Volta ao mundo em 123 dias: ciclista neozelandês quebra o recorde

Facebook/Divulgação

 

Andrew Nicholson saiu de Auckland, na Nova Zelândia, em 12 de agosto, para dar a volta ao mundo de bicicleta. Regressou para casa no começo de dezembro, depois de 123 dias na estrada e de 29.179km, passando por América do Norte, Europa, Ásia e Oceania. Se confirmado pelo Guinness World Records, Nicholson terá batido o recorde anterior, do inglês Alan Bate, por dois dias de diferença.

 

Fazer uma viagem como essa exige preparo físico, mas o ciclista neozelandês, além de ser instrutor de academia, é ex-atleta e já representou a Nova Zelândia na modalidade patinação de velocidade no gelo em três Olimpíadas de Inverno nos anos 1990. O objetivo principal da viagem foi arrecadar fundos para o CTCR Te Aho Matatu, grupo da University of Otago dedicado à pesquisa do câncer.

 

De acordo as regras do Guinness World Records, os competidores têm permissão para voar e para usar transporte público em certos trechos, como barreiras naturais intransponíveis ou oceanos, e também para pular áreas de conflito armado, como o Afeganistão. No trecho final, já na Austrália, esgotado física e emocionalmente, Nicholson pensou frequentemente em desistir. Porém, precisou lembrar-se várias vezes de que ainda era capaz de subir na bicicleta e pedalar.

 

O trajeto feito por Andrew Nicholson

O trajeto feito por Andrew Nicholson

 

Saiba mais:

The Guardian