Por que não dividir em guias menores?

No caso da América do Sul, alguns países já ganharam guias próprios, como os nossos vizinhos Argentina, Chile e Uruguai. De qualquer forma, é importante que exista um guia de todo o continente, integrando-o. Quando se trata de Europa, mais ainda, em virtude da facilidade que há em viajar entre os países. Vale também para que durante a viagem se possa ler sobre outros lugares, possíveis futuros destinos e se planejar.