BarbadasRede de viagens

14.09.2007

Passeios, transporte, alimentação

Ao sair do aeroporto, o mais barato é ir de ônibus comum. Pega na porta do desembarque e o ponto final é na estação de metrô Los Heroes. De lá você vai para qualquer lugar de Santiago, e se preferir tem várias vans que te levam ao local aonde vai ficar, combine o preço antes e troque no aeroporto pouco dinheiro, o câmbio não é tão favorável, mas não vai perder tanto assim.

Para hospedagem, recomendo para os mochileiros os albergues Che Lagarto, próximo da estação de metrô los Heroes, no bairro Bellavista, e Andes no bairro Bellas Artes. Têm a mesma faixa de preços. Para não mochileiros indico o Hotel Parlamento, próximo ao Museo Bellas Artes.

Vá ao Mercado e coma no Donde Augusto, depois vá caminhar pelo Parque Forestal (no domingo é o programa dos chilenos). Conhecer os cerros San Cristóbal (indo de funicular e depois teleférico, ida e volta). Depois ou antes, passe pela casa do Pablo Neruda, que é bem próxima a entrada do cerro, caminhe pelas ruas do bairro Providência e Bellavista. Fim de tarde vá ao Cerro Santa Lucia, entre antes de 18:30, e não prolongue muito, pois de noite é perigoso.

A catedral que fica na Plaza de Armas é linda, vale a pena conhecer. Reserve um dia para ir à estação de Ski Colorado ou Vale Nevado. Visual bonito (digo no inverno, pois nunca fui no verão). Caso você queira, pode alugar o equipamento, sai mais barato que fazer um pacote antecipado através de intermediários. Se realmente for esquiar pode comprar o passe antes pela internet.

Não recomendo usar os próprios óculos para esquiar, os meus quebraram numa queda! Passar só o dia na estação de Colorado e não esquiar já é um super programa, tem vários restaurantes, e o preço não é tão salgado e aceita cartão. Tem um museo no Palácio La Moneda que é bem legal.

Victor

Compartilhe por aí

Sobre o autor

Rolar para cima