10 motivos para conhecer a Bolívia

Por Wagner Flores

 

01. Lagos – Laguna Colorada

 

Lagos

 

Dentre os vários lagos localizados dentro da Reserva Nacional de Fauna Andina Eduardo Avaroa, a Laguna Colorada encanta com tamanha beleza. Há quem diga que é o lugar mais surrealista da Bolívia. Sua coloração incomum, principalmente no inverno, se deve a presença de pigmentos de algas minúsculas que servem de alimento aos flamingos, que estão na região praticamente o ano todo.

 

02. Salar de Uyuni

 

Salar Uyuni

 

Simplesmente é o maior deserto de sal do mundo. Tão impressionante quanto seu tamanho é sua beleza. Um dos principais destinos de quem vai ao país, o salar de Uyuni tem formas geométricas que aparecem no solo na época de seca e, nas chuvas, tem uma fina lamina de água, que forma um espelho maravilhoso onde o céu é refletido.

 

03. Cultura

 

Cultura

 

Uma extraordinária demonstração folclórica acontece todos os anos no mês de junho na cidade de La Paz, a Fiesta del Gran Poder. É considerada uma das maiores festas dos Andes, na qual dezenas de grupos folclóricos se apresentam com muita dança, música, cores – o povo é extremamente alegre, que se orgulha de desfilar ostentando luxuosas máscaras e fantasias.

 

04. Fauna

 

Fauna

 

Em uma extrema condição climática, principalmente devido à altitude, alguns animais se destacam no altiplano. Vicunhas, alpacas, a emblemática e famosa lhama, flamingos e o majestoso e mitológico condor são alguns representantes desta exuberante fauna andina.

 

05. Trekking

 

Trekking

 

Para quem gosta, a Bolívia é um país repleto de trilhas dos mais variados níveis de dificuldade, todas com lindas paisagens e cheias de surpresas pelo caminho. Desde as mais fáceis até as mais técnicas, uma variedade enorme de trilhas faz qualquer ser humano se vislumbrar perante a exuberante beleza natural que cerca o país.

 

06. La Paz

 

La Paz

 

Não existe maior prazer do que se perder pelas ruas desta cidade. Situada a 3600m acima do mar, La Paz é uma das cidades de maior altitude do mundo, o que deixa sua média anual de temperatura em torno dos 8ºC. Com um rico patrimônio cultural, desfrutar do agito urbano e dos museus é tarefa mais que obrigatória, além de ser ponto de partida para os principais pontos turísticos do país.

 

07. Titicaca

 

Titicaca

 

É o lago navegável mais alto do mundo, situado a uma altitude de 3800m acima do nível do mar e conta com várias ilhas de grande importância turística. A principal cidade do entorno do lago na Bolívia é Copacabana, aconchegante, pequena, com vários bares e restaurantes, muita música e uma gastronomia variada. Que tal saborear à noite uma trucha a la plancha ouvindo música regional?

 

08. Huayna Potosí

 

Huayna Potosí

 

Destino muito procurado pelos mais aventureiros, o Huayna Potosí é um pico cujo cume está a 6088m de atitude. De fácil ascensão, a escalada pode ser feita em dois ou três dias e, para tal, deve-se estar em boas condições físicas. Apesar de ser mais uma caminhada do que uma escalada, a altitude e o frio fazem muitas pessoas menos preparadas desistirem antes mesmo do meio do caminho.

 

09. Artesanato

 

Artesanato

 

De uma variedade incontável, o artesanato boliviano é rico em beleza e cores. Com um preço extremamente atrativo é tarefa quase impossível visitar o país e não comprar um souvenir. Incontáveis lojas e tendas invadem as ruas das cidades oferecendo desde as tradicionais toucas andinas a lindas cerâmicas, blusas, tapetes, instrumentos musicais típicos dentre muitas outras opções.

 

10. Civilizações antigas

 

Civilizações antigas

 

A Bolívia foi palco do desenvolvimento de importantes civilizações pré-colombianas. A mais famosa delas foi Tiwanaku, com seu sítio arqueológico localizado a pouco mais de 70km de La Paz. Outro local foi a famosa Isla del Sol, no lago Titicaca. No século 17 foi um dos pontos religiosos mais importantes dos Andes, reconhecido como local de criação do Sol e da Lua e, provavelmente, como berço da dinastia inca.